Abertura de Empresa: Descubra modelo ideal para o seu negócio!

 

O sonho de muitos brasileiros é ser dono do seu próprio negócio, ser um empreendedor de sucesso. Mas logo, esbarram nas complexas etapas para abrir uma empresa e acabam desistindo de realizar esse sonho.

Muitos negócios surgem de forma informal ou apenas como projetos, realizando alguns pequenos serviços. E, independente da forma que começou, chega um momento que se faz necessário a regularização da empresa, escolhendo qual modelo escolher, etapas que devem ser cumpridas e outras questões burocráticas para que possa exercer suas atividades sem qualquer tipo de transtorno.

Em muitos casos, esse momento é considerado uma grande dor de cabeça e responsável por muitos pesadelos. Por isso, para ajudar a manter o seu sonho de ser um empreendedor, mostraremos os tipos de empresa que poderá escolher e como regularizar o seu negócio.

 

Como abrir uma empresa?

O processo de abertura de empresa não é um bicho de sete cabeças.

Você já deve ter lido em algum lugar que o primeiro passo é criar um planejamento. De fato, essa etapa é crucial. Pois, a partir dele, será possível validar e viabilizar a sua ideia de negócio, definição de metas, analise sobre como está o mercado e claro, o modelo da sua empresa.

As decisões tomadas pelos empreendedores, começam logo ao formalizar a sua empresa. Entre elas e uma das primeiras a ser decidida, é qual o tipo é mais adequado para seu negócio.

 

Qual modelo escolher para minha empresa?

A legislação brasileira nos dá várias opções, mas para os pequenos negócios existem três tipos principais: a Empresa Individual, a Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, conhecida como EIRELI e por último a Sociedade Limitada.

Não existe modelo certo ou errado. Cada um atenderá um determinado perfil. Mas, é extremamente importante decidir qual será o ideal para sua empresa. Pois, impactará diretamente nas obrigações que sua empresa precisará cumprir.

 

EI – Empresa Individual

A empresa individual ou empresário individual é uma categoria empresarial que permite ao empreendedor abrir seu próprio negócio sem a necessidade de ter um sócio. É ideal para profissionais autônomos, profissionais liberais e freelancers que desejam formalizar suas atividades profissionais.

Nesse modelo, a responsabilidade do proprietário é ilimitada, não há separação do patrimônio da organização e da pessoa física, o que poderá levar riscos ao empreendedor. Ou seja, para abrir seu negócio, você se responsabiliza pessoalmente por todas as dívidas da empresa. Da mesma forma, ocorre para a empresa, caso a pessoa física contraia a dívida.

Portanto, é muito importante se atender às características de cada modelo.

 

EIRELI - Empresa Individual de Responsabilidade Limitada

Também é uma categoria empresarial formada por uma única pessoa, sem a necessidade de possuir um sócio para abrir sua empresa. Porém, traz algumas diferenças para a EI (empresa individual).

Nesse modelo, os seus bens pessoais não se confundem com os bens da empresa, assim, o patrimônio da pessoa física não será afetado pelas dívidas da empresa. É um modelo criado para dar mais segurança ao empreendedor e afastar os riscos da empresa individual. Além disso, responsabilidade do proprietário é limitada ao valor do capital social.

 

Sociedade Limitada

O modelo de Sociedade Limitada é o tipo mais comum escolhido no Brasil. Essa categoria empresarial consiste na participação de duas ou mais pessoas como sócios. Ela é representada pela sigla Ltda.

A participação e responsabilidade de cada sócio é limitada ao valor de suas quotas sociais, ou seja, é definido pelos investimentos feitos proporcionalmente às quotas do capital social da empresa. Assim como, seus respectivos salários.

As quotas da empresa no modelo Sociedade Limitada podem ser igualmente divididas ou em diferentes porcentagens, conforme a contribuição e participação que cada sócio terá na empresa.

 

Qual o valor para abrir uma empresa?

Não há um valor exato para abrir uma empresa. Isso, porque o custo varia muito de acordo com o tipo de empresa, localidade, complexidade, entre outras variáveis.

No entanto, podemos destacar que existem taxas fixas, como DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais), DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais), Junta Comercial, que você poderá ser consultado por região e ter conhecimento do valor inicial que será gasto. Além disso, há ainda as despesas indiretas, como aluguel, contas mensais, etc.

Abrir uma empresa e ser dono do seu próprio negócio, por muitas vezes não é uma tarefa fácil em virtude da burocracia.

Entender os modelos de empresa que você poderá escolher ao regularizar o seu negócio, é fator crucial para o seu sucesso. Isso, porque como vimos, mesmo que as diferenças nas características de cada tipo sejam pequenas, poderá influenciar diretamente em uma futura decisão a ser tomada na organização.

Você sabe qual o melhor modelo para o seu negócio? Deseja regularizar a sua empresa e quer ajuda? Entre em contato conosco, vamos ficar felizes em ajudar!

baixe ebook boas práticas setor fiscal

 

Redes Sociais

Assine e receba novos conteúdos!